PSICOTERAPIA
HOMEOPATIA
SOMA-ETÉRICO

 

Qualidade de Vida

Reciclagem Interna

Nossos Filhos


Exílio


Envolvimento


A Harmonia e
os Nossos Sentimentos

 

RECICLAGEM INTERNA

Todos nós sabemos da importância da reciclagem para evitarmos o esgotamento das fontes naturais do nosso planeta. Reciclar, porém, é mais amplo: reiniciar, transformar, mudar.

A tendência para guardar coisas é inata na criatura humana. Pensando-se no futuro, guardamos objetos, medicamentos que ficam sem validade, roupas e calçados usados, papéis, jornais e uma infinidade de coisas sem utilidade aparente.

Chega um momento em que necessitamos de espaço e somos impelidos a descartar este entulho que se acumulou em nossas prateleiras e armários.

É importante lembrar que temos a mesma atitude em relação à nossa vida mental. Guardamos medos, inseguranças, mágoas e traumas mal resolvidos sem que isto nos traga qualquer melhoria para a nossa vida. É imperioso tomar uma atitude enérgica em relação aos depósitos do inconsciente em favor da auto-realização. Retirar o entulho psíquico torna-se fundamental para uma existência saudável.

Com certeza o passado influencia o presente e quanto mais ele for conscientizado e eliminado de forma coerente e lúcida, tanto melhor para a planificação do futuro. O passado já passou e o futuro ainda está por vir. Estamos “aprisionados” neste momento e é nossa responsabilidade vivê-lo plenamente.

Vamos permitir que a luz da nossa lucidez invada o reduto em que se escondem os condimentos neuróticos e as fixações tormentosas para que possamos encarar a existência sem disfarces, com os sentimentos abertos a outros valores, a novas conquistas.

Para isto precisamos penetrar mentalmente em nossas impressões arquivadas, reavaliando-lhes os significados e repercussões em nossos sentimentos presentes. Com a coragem de quem vislumbra e se dirige para uma meta, sem saudades do que passou, vamos fazer a seleção do material e analisa-lo serenamente, a fim de nos renovar.

Liberando-se dos substratos anestesiantes e perturbadores, deve-se reciclar o inconsciente, preenchendo os espaços com elementos de equilíbrio, motivação e autoconfiança.

Quando o indivíduo quer, ele pode realizar, dependendo dos investimentos que aplica para consegui-lo. O empenho bem direcionado pelo pensamento objetivo, claro, sem conflito, cria novos padrões de resposta aos estímulos externos, estimulando o desenvolvimento psíquico harmonioso. O resultado é uma sensação de paz e atitudes equilibradas não dependentes das respostas que encontrarão, firmadas em sua própria convicção e coerência.

A renovação psíquica e emocional deve ser uma atividade constante e natural, assim como ocorre com nossas funções físicas, como a alimentação, o repouso, a higiene e a reprodução, onde mecanismos automáticos são acionados e atendidos.

Da mesma forma, na área psicológica, é necessário desenvolver novos mecanismos automáticos que nos impulsionem para a felicidade e realização pessoal.