PSICOTERAPIA
HOMEOPATIA
SOMA-ETÉRICO
 


PSICOTERAPIA DE GRUPO

Existem muitas idéias erradas em relação à terapia de grupo. Entre as mais freqüentes é que se trata de uma terapia de segunda classe, destinada aos que não podem pagar um tratamento individual e que seus resultados são inferiores a psicoterapia tradicional. Ledo engano.
Esta visão errônea é partilhada, além da população em geral, por médicos e terapeutas, o que a torna mais penetrante e grave. É imperioso esclarecer o valor e a importância deste tipo de tratamento psicológico, abrindo as portas para o seu melhor aproveitamento.
Está chegando o fim o tempo em que medos, tristezas e ansiedades eram tratados em balcões de farmácia com medicações sedativas e potencialmente perigosas. Cada vez mais a coragem de enfrentar os seus próprios problemas e sofrimentos invade as pessoas e as direciona a métodos terapêuticos em que possam desenvolver-se.
Aspectos dolorosos da minha própria vida sempre influenciaram o relacionamento com os que procuram a minha ajuda. Não consigo me colocar no papel de “curador” e os que me visitam como “doentes”. Prefiro a visão de companheiros de jornada, que foram colocados juntos, não ao acaso, e que podem, juntos, gerar bons resultados. Este é o caso específico da terapia de grupo.
Independente da técnica utilizada, a base da psicoterapia de grupo é sempre a mesma: o efeito terapêutico das relações humanas em um ambiente protegido e controlado. Observar o próprio comportamento e entender o seu impacto sobre os outros e sobre si mesmo é uma oportunidade única para experenciar a sua própria responsabilidade.
No grupo todos nascem novamente, nascem juntos no grupo. Cada membro inicia o tratamento em uma posição igual aos outros. Criando sensações nos outros e em si mesmo, constrói e molda um espaço de vida no grupo. Cada um é responsável por seu espaço e os eventos que acontecerão com ele no grupo.
Ao compreender essa responsabilidade, a pessoa aceita, então, que não existe esperança de mudar, a menos que ela mude. A mudança não se produz sozinha. O indivíduo é responsável pela sua vida passada e presente no grupo (assim como no mundo exterior) e totalmente responsável pelo seu futuro.
O grupo terapêutico ajuda a pessoa a entender que o mundo interpessoal é organizado de maneira geralmente previsível e ordenado e que ela tem a responsabilidade pela criação do seu mundo e pela sua própria transmutação.
Psicoterapia de grupo é desenvolver um novo sentido do próprio funcionamento interpessoal no mundo. Somente eu posso mudar o mundo que criei para mim mesmo!