PSICOTERAPIA
HOMEOPATIA
SOMA-ETÉRICO

 


Homeopatia
Ciencia Natural


Os Medicamentos
Homeopáticos


Homeopatia nas
Doenças Crônicas


Homeopatia
Ciência em Evolução


Homeopatia Pública

 

 

HOMEOPATIA PÚBLICA

No início de 2004, o Ministério da Saúde reuniu as lideranças envolvidas com a homeopatia para um seminário de três dias em Brasília. O objetivo da reunião foi mapear os serviços, descobrir o número de profissionais, a demanda dos pacientes e incentivar a prática da homeopatia dentro dos serviços do SUS, o Sistema Único de Saúde. O seminário de Brasília pretende iniciar a construção de uma política nacional das "medicinas naturais e práticas complementares".

Há pesquisas no Brasil e no exterior que mostram a satisfação do paciente com a homeopatia: 70% a 80% deles dizem estar satisfeitos. Um seguimento de dois anos feito no centro de saúde Paula Souza, de São Paulo, mostrou que 70% apresentaram melhora de seus sintomas depois de três consultas.

A satisfação e os bons resultados são duas das razões que estão levando o serviço público a dar mais atenção à homeopatia. A outra toca também o bolso: os remédios homeopáticos não pagam royalties, são de produção mais simples e barata e, por isso mesmo, custam menos.

Em Santos, pesquisa com 27 pacientes da rede municipal de saúde com osteoporose mostrou que a homeopatia e o tratamento com droga de primeira linha chegaram ao mesmo resultado. Detalhe: o tratamento convencional custa seis vezes mais que o tratamento homeopático.

Além de gastar menos com remédio, o fato de a homeopatia valorizar a escuta e a relação médico-paciente acaba exigindo menos exames, menos encaminhamentos a especialistas e reduz as idas ao médico.

É a chegada mais que bem-vinda da homeopatia pública.

PRINCIPAL PRINCIPAL PRINCIPAL Webdesign